Categorias
Desenvolvimento Pessoal

Como pagar as dívidas ganhando pouco – 7 dicas essenciais

Como pagar as dívidas ganhando pouco? Será que isso é possível?

Você recebe o dinheiro e não sabe para onde vai? O dinheiro acaba assim que chega em suas mãos? Está com divida e não sabe como resolver?

Você está no lugar certo.

Depois de ler alguns livros sobre finanças, entendi que estava errando em muita coisa e só colocando em prática o que aprendi, poderia mudar minha situação.

Inclusive, aqui está o link com os principais livros sobre finanças que já li e o resumo de cada um deles.

Se você quiser saber as melhores dicas para se ver livre das dívidas e saber onde está indo o seu dinheiro, continue a leitura.

Recomendado: Finanças pessoais – 5 atitudes que farão você prosperar nessa área

Como pagar as dívidas ganhando pouco?

como pagar as dívidas ganhando pouco

Antes de colocar as dicas em prática, é preciso estar consciente do tempo que pode levar.

Quanto menos dinheiro disponível para pagá-las, mais tempo vai demorar. O principal requisito nessa hora é ter paciência e perseverança no seu propósito.

Todos nós gostaríamos de acabar com as dívidas o mais rápido possível, mas na prática não é bem assim que funciona.

Não deixe seu foco nas dívidas em si, que é o problema; foque na solução. Como é que você pode resolver isso?

Passo 1 – Mudar a mentalidade

Por muito tempo eu tive o pensamento de que só era possível pagar minhas dívidas quando o salário aumentasse.

Enquanto eu esperava o meu salário aumentar, as dívidas que eu havia criado, cresciam numa proporção assustadora.

E muitas pessoas também tem esse pensamento “Quando meu salário aumentar, eu consigo pagar”

A verdade é que, quem não administra o pouco também não consegue administrar o muito.

Assim que o salário aumenta, o custo de vida também aumenta.

Pensa na quantidade absurda de pessoas que ganharam na mega sena, mas por não saber administrar, perdem na mesma velocidade que ganhou. 

Como eu já disse antes, eu só pensava em uma maneira para pagar as dívidas (o aumento do salário).

Isso pode ter uma parcela de contribuição, mas nem de longe é a solução.

Assim como eu, muitas pessoas já receberam um aumento de salário. E adivinha o que aconteceu?

O padrão de vida também subiu.

Um exemplo disso é a troca de carro, criar novas parcelas no cartão de crédito, comprar coisas de que não precisava.

Esses exemplos são suficientes para provar que se uma pessoa não consegue administrar o pouco, também não consegue administrar o muito.

Logo, ganhar muito nem sempre é a solução. Não estou dizendo que não deva aumentar seus ganhos.

É importante entender que, é  essencial mudar a mentalidade em relação ao dinheiro, saber dividí-lo corretamente, saber administrá-lo independente se é pouco ou muito.

Recomendado: Livro Os segredos da mente milionária | Resenha

Passo 2 – Anotar todas as dívidas

Esse é um passo que pode exigir um pouco mais de tempo e ser chato de fazer, mas é necessário.

Faça uma lista e identifique as dívidas pequenas e as que tem os juros altos.

Geralmente, cartão de crédito e cheque especial são as dívidas mais caras. Se você tem esse tipo de divida o próximo passo pode te ajudar.

Já a dívida menor, quando conseguimos quitá-la, nos empolgamos. Isso é uma boa injeção de ânimo, além de provar que está sendo possível é uma a menos na lista.

No meu período de fundo de poço, me endividei com cartão de crédito e em algumas lojas da minha cidade.

Apesar de não ser no cartão, as lojas também tem seus juros, mas por serem menores, deixei para pagar depois.

Ah, eu também me endividei com membros da minha família. E o ideal nesse momento é conversar com eles para esperar um pouco, se possível.

Recomendado: Plano de desenvolvimento pessoal – como criar um em 4 passos

Passo 3 – Negociar dívidas

dividas dinheiro

No meu caso, eu parcelei minhas contas de cartão de crédito em 12 vezes com juros de 14%. Não estou afirmando que isso é o correto, são opções que você precisa avaliar antes de decidir.

No meu caso a dívida foi com cartão. Como eu não conseguia pagar a parcela completa e não consegui dinheiro emprestado a única coisa que poderia me ajudar era dividir essa divida em 12 vezes.

Os juros continuaram altos, mas foi isso que fiz. Na sua situação veja qual é a melhor opção.

Outra opção é pegar um empréstimo com juros menores e quitar as dívidas.

Para essa segunda opção, certifique-se de que o empréstimo pague TODAS as dívidas e não comprometa grande parte do seu salário.

Caso contrário, o empréstimo pessoal para pagar dividas não vale a pena.

Você precisa suprir suas necessidades básicas; não da pra parar de viver enquanto está pagando as dívidas.

Se você é casado (a) ou tem filhos, sente com sua família e converse a respeito.

Outra coisa importante antes de fechar negócio com o banco, é verificar se o valor da parcela cabe no orçamento.

Se preciso for comece com uma dívida apenas, e depois vai acrescentando outras.

Se isso não for possível a dica número 7 pode te ajudar.

Passo 4 – Aprender a administrar o dinheiro

Busque conhecimento relacionado a esse assunto para aprender administrar bem o seu dinheiro, independente da quantidade.

Assim que receber, deixe um dinheiro reservado, pode ser na carteira mesmo ou em uma caixa onde você só vai pegar quando precisar.

Eu já cometi esse erro. Pegava todo o dinheiro, pagava as contas e ficava sem nada.

Aparentemente não a nada de errado em fazer isso, o único problema é esquecer que existem imprevistos.

No meu caso quando surgia algum imprevisto: consultar o cachorro ou comprar algum remédio. Lá estava eu usando o cartão de crédito, ou seja, aumentando a dívida outra vez.

Tire uma parte do seu dinheiro para os gastos necessários, outra parte para pagar as dívidas e uma parte (pode ser pouco) para guardar em casa.

Se você não usar essa parte que guardou, no próximo mês poderá usá-la para quitar as dívidas.

Dependendo do lugar onde você mora, pode retirar R$100,00 a R$200,00 reais para guardar em casa.

Depois das dividas em dia, é recomendado criar uma reserva com no mínimo 6 vezes o valor que você gasta em um mês.

Recomendado: Como guardar dinheiro ganhando pouco – 5 Lições práticas pra você começar

Passo 5 – Parar de criar novas dívidas

Parece óbvio, mas muitas pessoas não podem ver uma “blusinha” na loja que da o jeito de levar pra casa.

Outra coisa são as datas comemorativas.

Se você está em dívida, não é inteligente gastar dinheiro presenteando as pessoas e cavando o próprio poço.

Eu por exemplo, já deixei de presentear meus pais em datas comemorativas e no dia do aniversário, porque eu não estava na melhor fase financeira.

Já o meu marido eu presenteava com um presente mais em conta, uma lembrancinha ou coisas manuais, como por exemplo, festa na caixa.

Recomendado: Como organizar as finanças pessoais – Esse é o método, já testado e aprovado, que pode mudar sua vida

Passo 6 – Cortar gastos

Faça uma lista das coisas essenciais, aquelas que você precisa para sobreviver (luz, água, comida, aluguel, internet)

Eu considero internet essencial, além de conseguir trabalhar com ela para ter uma renda extra ou um negócio, conseguimos adquirir conhecimento.

Faça outra lista para as coisas supérfluas e não se esqueça do lazer.

Veja o que você pode diminuir ou cortar de vez, pelo menos até conseguir pagar as dívidas.

Ligue para reduzir os gastos da conta de telefone, TV, etc. Geralmente é possível negociar, se não conseguir, cancele pelo menos até se equilibrar financeiramente.

Muito cuidado para não cortar o lazer. Isso pode prejudicar sua capacidade de manter focado em pagar as dívidas.

Uma ótima opção é procurar se divertir de forma gratuita ou pagando menos.

Passo 7 – Aumentar a renda

como pagar as dívidas ganhando pouco

Se depois de reduzir gastos e parcelar a dívida, ainda não solucionar, é hora de aumentar sua renda.

Como sair das dívidas sem dinheiro?!

Comece perdendo a vergonha de vender, de oferecer algo as pessoas.

Venda as coisas que você tem aí na sua casa e não usa. Pode ser roupas, utensílios domésticos, etc.

Pense em coisas que você sabe fazer e que as pessoas gostam de comprar. Se você sabe fazer brigadeiro, bolo no pote, bolo e torta, etc. São ótimas opções.

Escreva em um caderno:

Quais são suas habilidades? O que tem retorno mais rápido, que a maioria das pessoas consomem? O que você gosta de fazer? 

Na internet existem muitas opções, mas pode ser a longo prazo como por exemplo: criar um blog, trabalhar com marketing de afiliados, canal do youtube, etc.

Faça renda extra e anuncie nas suas redes sociais, venda de porta em porta, entregue o seu melhor em tudo que fizer, saiba administrar o dinheiro que entrar e com certeza você vai conseguir.

Dica bônus – como pagar as dívidas ganhando pouco

Depois de ler essas dicas e começar a colocar em prática, tire um dia por semana ou por mês para avaliar o que está dando certo e o que pode melhorar.

Não fique concentrado somente nisso.

Faça exercícios físicos, pois isso vai te dar mais clareza e você pode encontrar soluções onde não parecia existir. Pode surgir novas ideias para aumentar a renda, etc.

Recomendado: O milagre da manhã | Resenha do livro

Se você está em dívidas não é uma boa opção comprar livros agora.

Por isso eu te indico que ouça audio books pelo menos agora no inicio, depois compre os livros sobre finanças, leia-os e coloque em prática aquilo que você acredita que funciona.

AudioBook Pai rico Pai pobre

Essa foi minha experiência junto com o conhecimento, espero muito que te ajude.

Pagar dívidas exige um sacrifício, mas é maravilhosa a recompensa.

Para mais dicas, confira:

Pinterest martaalvesblog

Instagram @martaalves.ss

Curso que me ensinou a ganhar mais dinheiro trabalhando pela internet Fórmula Negócio Online <<

Ebook Princípios do Desenvolvimento Pessoal

Por Marta Alves

Marta Alves, apaixonada por conteúdos sobre relacionamentos, beleza e desenvolvimento pessoal ... Formada em pedagogia, casada e que deseja viver e ajudar os outros a ser a melhor versão de si mesmo!

14 respostas em “Como pagar as dívidas ganhando pouco – 7 dicas essenciais”

Ola, estou realmente nesta situacão e acabei optando em aumentar renda e Estou Feliz por essas dicas pois chegaram em um momento que precisava. Grata

Amei as dicas… Vou tentar ajudar minha funcionária e amiga… Pra transmitir um pouco do bem que seu texto propõe…

amei suas dicas ja,estive bem endividada e fiz muitas coisas que vc indicou graças a Deus estou livre de dívidas 🙏🙏🙏

Amei o post… já estou colocando em prática estes conselhos… cada dia mais me vejo livre das dívidas atrasadas. Obrigada por compartilhar…ah também sou pedagoga e amo minha profissão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.